Pular para o conteúdo
Voltar

Mais de mil veículos apreendidos são reciclados pelo Detran-MT e Polícia Civil

O foco da ação é a descontaminação e limpeza do pátio do Detran-MT utilizado pela delegacia
Lidiana Cuiabano | Detran-MT

Parceria Detran-MT e Polícia Civil na prensa de mais de mil veículos - Foto por: Carolina Alonso/Detran-MT
Parceria Detran-MT e Polícia Civil na prensa de mais de mil veículos
A | A

Um intenso trabalho realizado com a parceria entre o Departamento Estadual de Trânsito de Mato Grosso (Detran-MT) e a Polícia Judiciária Civil (PJC), por meio da Delegacia Especializada de Repressão a Roubos e Furtos de Veículos de Cuiabá (DERRFVA), resultou na destinação para reciclagem de mais de mil veículos que estavam há décadas abandonados no pátio da delegacia. O trabalho também envolve o Poder Judiciário e o Ministério Público.

Nesta quinta-feira (05.03), foi iniciado o processo de prensagem dos veículos, entre motos e carros, que serão destinados para reciclagem, na segunda fase da Operação Pátio Limpo. O foco da ação é a descontaminação e limpeza do pátio do Detran-MT utilizado pela delegacia.

O delegado titular da DERRFVA, Gustavo Garcia, explica que os veículos destinados à prensagem foram apreendidos, inclusive possuem diversos débitos tributários e administrativos, e a maioria abandonados por seus proprietários.

Os bens ficam em posse da delegacia quando o veículo é apreendido por alguma queixa de crime como roubo, furto, clonagem e outros.

“Em parceria com o Detran, estamos fazendo a destinação correta desses mais de mil veículos e materiais ferrosos, retomando a limpeza do pátio e organizando o nosso espaço”, disse o delegado.

Segundo Garcia, para que os veículos pudessem passar pela prensa, a unidade policial teve que concluir mais de 1.200 inquéritos e restituir quase dois mil veículos aos proprietários.

Para chegar no processo de prensagem, o Detran-MT realizou a vistoria dos veículos e os encaminhou para a etapa de descontaminação, dando a destinação correta para cada material, tais como a bateria, óleo e o combustível.

A diretora Metropolitana da Polícia Judiciária Civil, Ana Paula de Faria Campos, enalteceu a parceria entre o Detran e a DERRFVA no trabalho de limpeza do pátio. “Com essa ação conjunta estamos conseguindo resolver a situação de veículos que estão há décadas no pátio da delegacia, gerando um problema ambiental e de saúde pública. A reciclagem desses veículos busca a preservação do meio ambiente e a modernização dos procedimentos da delegacia”, destacou a diretora.  

O presidente do Detran-MT, Gustavo Vasconcelos, ressaltou que as atividades de reciclagem e limpeza de pátios são prioridades desta gestão. “São ações positivas que foram estendidas aos nossos parceiros da Polícia Civil com o objetivo de cumprirmos as normas de proteção ambiental, além de eliminarmos possíveis criadouros de insetos causadores de doenças”, falou Vasconcelos.

Reciclagem de veículos

O Código de Trânsito Brasileiro autoriza os órgãos de trânsito a fazerem a reciclagem quando o veículo permanece por mais de um ano nos pátios sem a solicitação de retirada pelo proprietário.

O processo de descontaminação e reciclagem dos veículos inicia com a retirada da bateria, óleo, combustível e pneus, dando a empresa responsável a devida destinação exigida para cada material. Após esse procedimento, é feita a compactação, pesagem e destinação do material para reciclagem.







Editorias